Entenda tudo sobre a escola de negócios de São Paulo!

A Escola de Negócios São Paulo (BSP) dedica-se ao desenvolvimento de líderes empresariais inovadores que tenham uma perspectiva global. Os professores da BSP combinam credenciais acadêmicas impressionantes e ampla experiência profissional.

Os programas de pós-graduação oferecem módulos internacionais e oportunidades de duplo grau com escolas de negócios em todo o mundo. Desde a fundação da BSP em 1995, a escola educou milhares de profissionais de negócios, muitos dos quais ocupam cargos de liderança no Brasil e no exterior.

Pós Graduação

Os programas da BSP são projetados para promover o desenvolvimento profissional dos gerentes ao longo de suas carreiras. Os programas incluem:

  • Executive MBA: Este programa combina compreensão e discussões sobre Estratégia, Operações e Estrutura em uma empresa local e globalmente. Os líderes estão expostos a conteúdo forte e relevante em imersões, um módulo internacional e workshops com professores e executivos efetivos. O Módulo Internacional durante 2 semanas em Boston foi projetado especialmente para nossos alunos e fortalecerá a compreensão e o desafio dos negócios do aluno;
  • MBAs: Governança Corporativa; Finanças corporativas; Estratégia corporativa; Gestão da inovação; M & A e avaliação; Estratégia de marketing; Módulos internacionais opcionais estão disponíveis;
  • Certificado: Branding; Finança; Recursos humanos; Negócios internacionais; Marketing; Gerenciamento de Projetos; Cadeia de mantimentos; Vendas.
  • Educação executiva: cursos flexíveis de educação executiva em diversas áreas funcionais.

Soluções empresariais personalizadas: a BSP é pioneira no desenvolvimento de programas personalizados para empresas brasileiras.

O BSP é credenciado pela Associação Nacional de MBAs

É membro da Fundação Europeia para o Desenvolvimento de Gestão (EFMD), o Conselho Latino-Americano de Escolas de Negócios (CLADEA) e é signatário dos Princípios para a Educação de Gestão Responsável (PRME), uma iniciativa de sustentabilidade global apoiada pelas Nações Unidas. A BSP é a primeira escola de negócios independente credenciada pelo Ministério da Educação do Brasil.

BSP

A Escola de Negócios São Paulo é reconhecida entre as cinco principais escolas de negócios do Brasil pelo ranking 2015 Eduniversal, um ranking internacional que avalia as 1.000 melhores escolas de negócios do mundo. A BSP foi classificada como a segunda melhor escola de negócios em São Paulo em 2014-2015 pela AméricaEconomia. A BSP é a primeira escola de negócios do Brasil a oferecer educação executiva em inglês.

A população brasileira tem uma visão positiva da educação profissional

Pesquisas realizadas com 2.002 pessoas com mais de 16 anos em 143 municípios sugerem que existe uma compreensão de que a educação técnica oferece boas oportunidades para aqueles que querem entrar no mercado de trabalho.

Educação Profissional

De acordo com a pesquisa, 90% dos entrevistados concordam que quem tem educação mais técnica tem mais oportunidades do que aqueles que não cursam cursos. Nos salários, a visão é positiva: 82% concordam que os profissionais com certificações vocacionais têm salários mais altos do que aqueles que não.

O desafio para o país agora é construir uma rede de informações sobre oportunidades de cursos e empregos, e assim ajudar as pessoas a fazer suas escolhas para entrar no mercado de trabalho.

O Brasil ainda possui uma percentagem muito baixa de jovens com formação profissional. Os dados da Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostram que a média dos jovens que cursam o ensino secundário junto com o treinamento técnico é de 35%.

Curso Profissional

Embora mais de 80% dos jovens estejam fora do ensino superior, o sistema educacional continua atuando como se fossem todos destinados à universidade. O SENAI defende uma mudança na matriz educacional do país para fortalecer a educação profissional.

Um jovem que sai das escolas secundárias regulares hoje nem teve uma aula de uma hora para se preparar para a vida profissional. O Brasil só perde com essa realidade. Por um lado, os jovens demoram mais para se estabelecerem no mercado de trabalho; Por outro lado, o setor produtivo sofre de uma escassez de trabalhadores qualificados.

Em 2011, o governo brasileiro lançou um grande esforço na ampliação da educação profissional com a criação do Programa Nacional de Acesso à Educação Técnica e Emprego (Pronatec).

Até o final de 2014, 8 milhões de inscrições em cursos técnicos e de educação inicial e contínua devem ser registradas. O Serviço Nacional de Formação Industrial (SENAI) é uma das principais instituições responsáveis ​​pela oferta de cursos. Desde 2011, cerca de 2,3 milhões de senai mg inscrições foram registradas.

Entenda tudo sobre a escola de negócios de São Paulo!
Avalie este artigo!